Warning: include(header.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/israelfilho/www/wp-content/themes/israel_filho/page.php on line 24

Warning: include(header.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/israelfilho/www/wp-content/themes/israel_filho/page.php on line 24

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'header.php' for inclusion (include_path='.:/usr/local/lib/php') in /home/israelfilho/www/wp-content/themes/israel_filho/page.php on line 24
slide02
slide01

Biografia

Cantor e compositor pernambucano, nascido no “País de Caruaru”, iniciou sua carreira musical cantando em conjuntos de baile nos anos 70, onde alternava seu repertório com musicas da Jovem Guarda e da MPB, em 1975 ainda adolescente, começou a cantar a musica regional em pequenas canjas nos grupos musicais de sua cidade natal, até que em 1979 passou a cantar a musica regional do nordeste ao participar de um grande show ao lado de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, em um evento chamado de “Forró Cheiro do Povo”, o 1º forró em Recife-PE.  Em seguida foi morar em São Paulo, onde começou a cantar em vários outros estados do Brasil, como Paraná, Mato Grosso e Rio de Janeiro.

Em 1989 ISRAEL FILHO teve mais uma grande conquista, foi o vice-campeão do 15º Festival de MPB em Ilha Solteira-SP, deixando registrada naquele festival a primeira homenagem a Luiz Lua Gonzaga, o saudoso Rei do Baião, a canção “Saudades da Asa Branca”, uma musica que ficou na boca do povo.

Em 1990 conquistou o Prêmio Sharp de Música (Ano  Maysa) como a grande revelação da música regional brasileira e veio à tona com o grande sucesso em “Ai que saudade d’ocê”, do seu amigo/irmão Vital Farias e passou a ser tocado em várias regiões do Brasil. Em 1991 foi o grande campeão do 1º Festival “Canta Nordeste”, promovido pela Rede Globo Nordeste, interpretando a canção “Sopa de Aruá”, voltando novamente as paradas com uma pitada de política na letra desta musica que fala dos problemas sociais do Brasil, chegando inclusive a ser comparado ao grande Geraldo Vandré dos anos 60, pela sua linguagem de um contexto social e até pela sua interpretação na grande final, onde conquistou o primeiro lugar no dia 23/11/1991.

Em fevereiro/1992 conquistou prêmios de melhor letrista e revelação da MPB no Novo Festival da Record, realizado no Olímpia.
Sendo filho do “País de Caruaru” como costuma chamar a sua cidade natal, é torcedor árduo do Central Sport Clube e em 1994, ao ver o seu time chegar em 4º lugar no campeonato brasileiro da 2ª divisão, empolgou-se, e no auge de sua emoção e amor pelo seu clube do coração compôs o “Hino do Central”, onde numa frase resume toda sua admiração pelo alvinegro caruaruense “Meu glorioso alvinegro, és o campeão das emoções…”.

Cantor e compositor pernambucano, nascido no “País de Caruaru”, iniciou sua carreira musical cantando em conjuntos de baile nos anos 70, onde alternava seu repertório com musicas da Jovem Guarda e da MPB, em 1975 ainda adolescente, começou a cantar a musica regional em pequenas canjas nos grupos musicais de sua cidade natal, até que em 1979 passou a cantar a musica regional do nordeste ao participar de um grande show ao lado de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, em um evento chamado de “Forró Cheiro do Povo”, o 1º forró em Recife-PE.  Em seguida foi morar em São Paulo, onde começou a cantar em vários outros estados do Brasil, como Paraná, Mato Grosso e Rio de Janeiro.

Em 1989 ISRAEL FILHO teve mais uma grande conquista, foi o vice-campeão do 15º Festival de MPB em Ilha Solteira-SP, deixando registrada naquele festival a primeira homenagem a Luiz Lua Gonzaga, o saudoso Rei do Baião, a canção “Saudades da Asa Branca”, uma musica que ficou na boca do povo.

Em 1990 conquistou o Prêmio Sharp de Música (Ano  Maysa) como a grande revelação da música regional brasileira e veio à tona com o grande sucesso em “Ai que saudade d’ocê”, do seu amigo/irmão Vital Farias e passou a ser tocado em várias regiões do Brasil.
Em 1991 foi o grande campeão do 1º Festival “Canta Nordeste”, promovido pela Rede Globo Nordeste, interpretando a canção “Sopa de Aruá”, voltando novamente as paradas com uma pitada de política na letra desta musica que fala dos problemas sociais do Brasil, chegando inclusive a ser comparado ao grande Geraldo Vandré dos anos 60, pela sua linguagem de um contexto social e até pela sua interpretação na grande final, onde conquistou o primeiro lugar no dia 23/11/1991.

Em fevereiro/1992 conquistou prêmios de melhor letrista e revelação da MPB no Novo Festival da Record, realizado no Olímpia.

Sendo filho do “País de Caruaru” como costuma chamar a sua cidade natal, é torcedor árduo do Central Sport Clube e em 1994, ao ver o seu time chegar em 4º lugar no campeonato brasileiro da 2ª divisão, empolgou-se, e no auge de sua emoção e amor pelo seu clube do coração compôs o “Hino do Central”, onde numa frase resume toda sua admiração pelo alvinegro caruaruense “Meu glorioso alvinegro, és o campeão das emoções…”.

Em 1996 Israel Filho teve uma linda canção de sua autoria gravada por Roberta Miranda “O Sol da Manhã” ainda pela gravadora Continental.

Em 1997 Israel Filho divulgando seu novo CD teve a felicidade de conhecer pessoalmente uma figura por quem tem admiração especial o queridíssimo Sérgio Reis, a quem Israel chama carinhosamente de Serjão e hoje se diz orgulhoso de tê-lo como amigo, pois coincidentemente nos anos sessenta começava a cantar e tentava imitar em certos momentos este seu ídolo, cantando “Viva a Esperança” e “Amor Nada Mais”, fato que ficou constatado quando os dois se encontraram no programa do “Sérgio Reis do Tamanho do Brasil” em 1997 pela TV Manchete, onde Israel contou ao Serjão toda bonita coincidência do momento, cantando com ele nos intervalos das gravações inclusive alguns sucessos como “Eu não entendi”, “Eu resolvi não lhe deixar” e o hit “Coração de Papel”, acontecendo ainda uma grande curiosidade onde Israel Filho cantou para o Sérgio Reis “Lana”, gravada pelo Serjão nos anos 60, canção esta que deu origem ao nome de sua filha por admirar seu ídolo e amigo.

Israel Filho tem também o seu lado carnavalesco, pois sendo filho de Pernambuco e morando em Recife, também tem se apresentado em shows durante os carnavais de Recife, desde 1998, quando gravou o frevo “Penta Qui Paris”, em homenagem à seleção brasileira de futebol que disputava a Copa do Mundo na França, chegando a fazer parte do Globeleza/98, sendo justamente este frevo que lhe colocou dentro do meio carnavalesco pernambucano, fazendo apresentações no Galo da Madrugada, Palco Central da Folia (Av. Guararapes) e Marco Zero, puxando também o bloco da Telefolia na sexta feira da semana pré-carnavalesca/98. Para o carnaval, Israel Filho tem o seu repertório montado em cima do frevo, da ciranda e da marcha rancho, ritmos tipicamente pernambucanos, e o trio elétrico em que cantava em 1998, foi escolhido como dos trios elétricos mais autênticos em seu repertório e organização durante o desfile no Galo da Madrugada.

Em janeiro de 1999, Israel Filho vai ao Rio Grande Sul pela primeira vez e participa do 13º Grito da Canção Nativa”. Foi uma das mais expressivas vitórias de sua carreira, pois indo pela primeira vez cantar nos pampas, conquistou o coração dos gaúchos, mais especificamente de Jaguari, cidade onde se realizou o grande festival, e interpretou a canção “Pra ganhar teu coração”, era o único nordestino a participar daquele festival e ainda saiu com dois  troféus maravilhosos, pois além de ser escolhida como a melhor canção eleita pelo público ainda arrebatou o 3º lugar do festival.

“É a terra da cultura e da arte, está sempre presente em tudo que faz parte na nossa regionalidade. Fiz até uma música, ‘Minha cidade, meu lugar’. Esse show é com a cara do meu trabalho que sempre quis mostrar, com toadas, xote, baião e o lado romântico do meu trabalho”.


Warning: include(inc-footer.php) [
function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/israelfilho/www/wp-content/themes/israel_filho/page.php on line 31

Warning: include(inc-footer.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/israelfilho/www/wp-content/themes/israel_filho/page.php on line 31

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'inc-footer.php' for inclusion (include_path='.:/usr/local/lib/php') in /home/israelfilho/www/wp-content/themes/israel_filho/page.php on line 31